Cinco jogos incríveis que valem por uma aula de matemática!

1. Hex: jogo inventado pelo matemático John Nash (ganhador do prêmio Nobel, retratado no filme “Uma mente brilhante"). É um jogo com regras muito simples e com enormes possibilidades de estratégias. São dois jogadores que tentam conectar lados opostos do tabuleiro. No tabuleiro original, esse jogo nunca termina empatado (resultado provado matematicamente pelo próprio Nash.

2. Rat-a-tat Cat: esse é um dos nossos jogos preferidos! Ganhador do Mensa Select Award, esse jogo envolve números, probabilidades, tomada de decisão sob incerteza e memória num contexto divertido. O objetivo é livrar-se dos ratos e ficar com os gatos, buscando a mínima soma dos números das suas quarto cartas. O jogo pode ser disputado em grupos de até 6 participantes (a partir de 6 anos), ótimo para jogar em família! Se quiser as regras em português, escreve pra gente!

3. Hora do Rush: neste desafio lógico, você tem que abrir caminho para que o carrinho vermelho escape do congestionamento. O jogo traz vários desafios ordenados em 4 níveis de dificuldade. Isso permite que crianças de várias idades possam jogar. É um jogo que trabalha o raciocínio lógico e a solução de problemas. Uma forma bacana de participar é discutir com seu filho os possíveis movimentos para a solução antes de começar a mover as peças. Faça perguntas, não dê respostas!

4. Torre de Hanoi: criado pelo matemático francês Édouard Lucas em 1883, esse quebra-cabeça consiste em uma base com três pinos e discos de diferentes diâmetros. O desafio é passar todos os discos de um pino para outro qualquer, de maneira que um disco maior nunca fique em cima de outro menor, em nenhum momento. A dificuldade do desafio depende do número de discos. Crianças a partir de 5 anos, podem resolver a torre com 3 ou 4 discos. Para crianças maiores inclua mais discos e peça para que expliquem o “algoritmo” que usaram na solução. Desafie-os a buscar a solução com o menor número de movimentos: para 3 discos são 7 movimentos, para 6 discos são 63 movimentos!

5. Pontos e Caixas: outro jogo criado pelo matemático Édouard Lucas. Este clássico jogo de “lápis e papel” utiliza um quadriculado de pontos em que cada jogador, alternadamente, liga dois pontos na horizontal ou na vertical. Sempre que fechar um quadrado (caixa), escreve sua inicial dentro da caixa. Ganha quem ao final tiver fechado o maior número de caixas. Segundo as regras, quem completa uma caixa ganha o direito de uma nova jogada. Isso faz com que o jogo ganhe uma dinâmica muito interessante, com incríveis reviravoltas.

 

5 Jogos que valem uma aula de matemática (1).png